Repressom contra a Ria Non se Vende. Quem discrepa: paga

DelfIn Fernandez Álvarez Subdelegado do Governo em PontevedraEstes dias escomeçam a chegar as multas polo feche nas dependências da Xunta de Galiza em Vigo o dia 13 de Novembro, no aniversário da catástrofe do Prestige. Este acto totalmente pacífico foi reprimido pola polícia, sacando à gente que participou em el a empurrons e sem sequer permitir-lhes entregar o manifesto no registro. Pois bem, agora chegam multas às pessoas que participarom no acto, por: “Provocar reacçons no público que podam alterar a seguridade cidadam e desobedecer os mandatos dos agentes da autoridade na Plaça da Estrela…” multas por valor de 650 euros cada umha que entre todas somam varios miles de euros. Nom é a primeira vez que passa, já na toma simbólica da ilha de Toralha chgegarom varias multas e, hoje mesmo, um membro da Ria tivo um juiço por participar num acto pacífico contra a regata dos formula 1 do mar onde foi acusado de “Insultar, ameazar, amedrentar a dous polícias que tiverom que abandonar a zona e de impedir o passo às autoridades e participantes no acto”, acusaçons totalmente falsas. Parece ser que o PSOE quere implantar o pensamento único na Galiza e nom vam permitir ningumha discrepancia com a sua nefasta política. Esta represom tem nome e apelidos de quem assina as multas que é o Sr. Delfin Fernandez Alvarez Subdelegado do Governo em Pontevedra.

One Comment

  1. Encantame este artigo, pero mais me encantaría poder entendelo. Lastima non nacer en Portugal, verdade? asi poderiate entender todo o mundo non os teus catro amigotes.

    Por certo, totalmente de acordo coa defensa da ria.

Leave a Comment

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *

Este sitio emprega Akismet para reducir o spam. Aprende como se procesan os datos dos teus comentarios.